sábado, 16 de maio de 2009

O ministro e a maconha: nunca antes na história desse país


O ministro e a maconha: nunca antes na história desse país

por Valmir Nascimento Milomem

O Brasil é terra de ninguém mesmo. Por aqui acontecem coisas que até Deus duvida. Exemplo claro: Ministro do primeiro escalão do governo federal (Carlo Minc) participando de marcha pública pela descriminalização do uso da maconha. É de estarrecer. Como disse Reinaldo: “Irresponsável. É isso o que Minc é. Ele é ministro de Estado. Se vai a uma marcha da maconha, leva a voz do governo. A música que embalou a passeata, como se noticiou, era a tal “Vou apertar, mas não vou acender agora”, toda ela feita de referências um tanto desairosas à Polícia — e, pois, ao estado —, em oposição à suposta esperteza da nata da malandragem”.

O refrão da música também é pura balela. Quem diz que só “vai apertar” é porque já “acendeu” há muito tempo e, pior ainda, incentiva jovens e adolescentes a acenderem também. Além da conduta do ministro do meio ambiente ser moralmente repugnante é, também, logicamente paradoxal. Enquanto o governo tenta reprimir o uso de entorpecentes, um dos seus maiores representantes age no sentido contrário. Ora, como disse o próprio Jesus: Reino, cidade ou casa dividida contra si mesma não subsistirá (Mt. 12.25).

Porém, infelizmente, parece que ideologicamente a casa não está tão dividida assim, afinal a grande maioria dos ministros do primeiro escalão do governo Lula são notórios defensores de políticas e idéias que afrontam diretamente os valores morais e, sobretudo, cristãos, tanto é assim que após a marcha, o ministro da maconha, digo, do meio ambiente, chegou a afirmar que a descriminalização da maconha tem também o apoio de José Gomes Temporão (Ministro da Saúde), Tarso Genro (Ministro da Justiça) e Nimário Miranda (Direitos Humanos).

A depender da cosmovisão dessa turma que aí está no poder, ocupando cargos chaves, responsáveis pelo direcionamento das principais ações governamentais e também do país, o caminho para o esfacelamento moral da cultura brasileira já está bem aberto, cujas conseqüências, vale anotar, acabam afetando toda a sociedade. E não estou falando somente de uma ou de outra forma de pensar isolada, não, mas de um conjunto sistemático de idéias que rompe os padrões de retidão e de moralidade e valores familiares como nunca se viu na história desse país. Realmente, esse é o refrão ideal.

Nunca antes na história desse pais, havíamos visto um presidente tão conivente com a causa homossexual a ponto de chamar todos aqueles que lhes são contrários de portadores de problemas mentais.

Nunca antes na história desse país, tivemos um ministro de saúde que levantou com tanta empolgação a bandeira da liberação do aborto, dizendo tratar-se de direito da mulher e questão de saúde pública.

Nunca antes na história desse país, o Sistema Único de Saúde patrocinou cirurgias de mudança de sexo, enquanto outras pessoas vão morrendo em hospitais públicos por causa da falta de médicos, equipamentos, remédios e estrutura.

Nunca antes na história desse país, o governo federal comprou tanto lubrificante íntimo Ky Gel, cuja finalidade certamente não é amaciar pés rachados.

Nunca antes na história desse país, um ministro do meio ambiente fez propaganda pública que, indiretamente, fomenta o uso de entorpecentes.

Enfim, nunca antes na história desse país a moral foi tão vilipendiada publicamente!

E Agora, Como Viveremos?

Um comentário:

Rafael disse...

Fico revoltado qdo leio materias como essa de pessoas que se acham tao moralmente corretos, o ministro nao fez nada a mais do que expressar o que acha certo estamos cansados de tanta gente morrendo por causa do trafico e o que ele quer nao e fazer apologia mais sim divulgar uma politica de reduçao de danos na qual quem ta sofrendo as vezes e quem nao tem nada a ver com o trafico, quase tds os governos do mundo estao vendo que nao adianta lutar contra e sim saber tirar proveito disso ja que se seu Deus colocou essas erva na terra pra que tanta briga por causa dela deixa quem quer usar avontade e ele que saiba que mal que ta fazendo a si msm, maconha nao e esse monstro que tds q nao conhecem fazem e deichamos de aproveitar varios beneficios dela ate pra remedios e extraçao de fibras pra papel e tecido sem precisar desmatar flhorestas por causa de pessoas que tem essa forma errada de pensar, vcs evangelicos se acham tao moralmente corretos mais nao tem vergonha nenhuma na hora de tirar dinheiro c dizimos de quem ja nao tem e enrriquecer seus pastores. O mundo evolui e nao podemos ficar com pensamentos atrasados como o dessa materia e um Viva a ao ministro CArlos minc ao FHC e tds mais que estao lutando pra acabar com essas discriminalizaçao sem sentido!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...